blogs

3 ferramentas de gerenciamento de rede de dados

23 de janeiro de 2020 por Jose Miguel Poveda. banner

Com a transformação digital, o gerenciamento de rede de dados tornou-se cada vez mais complexo e desafiador para empresas de todos os tamanhos.

 Por isso, agora mais do que nunca, o gerenciamento eficiente da rede de dados de uma organização requer ferramentas para monitorar suas atividades e comportamentos, como protocolos, aplicativos e dispositivos que ajudam a controlar todos os recursos encontrados nela.

 Aqui vamos explicar algumas ferramentas que você pode precisar para a gestão de redes de dados na sua empresa.

  • Monitores de rede

A principal responsabilidade de um gerente de rede é o monitoramento. Os monitores de rede devem ter a capacidade de coletar e analisar o tráfego de rede.

Um bom sistema de monitoramento permitirá gerar registros e visualizar gráficos detalhados sobre o status do seu sistema. Além disso, ele deve produzir alertas que permitam que você atue de maneira proativa.

 Com essas informações, você pode otimizar sua configuração de rede para estar preparado para possíveis falhas.

 Alguns programas para monitorar a rede de uma empresa são criados no SNMP, um protocolo que facilita a troca de informações entre dispositivos de rede. Isso permite que você tenha uma visão ampla dos problemas fundamentais que devem ser resolvidos imediatamente.

  • Scanner de rede

Os scanners de rede é uma ferramenta fundamental para manter a segurança de uma rede. Eles identificam clientes e servidores ativos, bem como suas atividades. Dessa forma, evitam a ocorrência algum evento que possa prejudicar a operação do sistema.

 O scanner de rede é responsável por verificar os sistemas operacionais e programas em execução na sua rede para identificar vulnerabilidades e possíveis violações de segurança que possam comprometer o serviço.

Também existem scanners de rede que são usados ​​para gerenciar o IP. Isso é útil especialmente em grandes organizações nas quais milhares de redes estão conectadas. Um scanner de IP permite analisar centenas de computadores em segundos, automatizando até a tarefa.

  • PF (Packet Filter)

Os PF controlam o acesso de pacotes de dados através de uma rede analisando o seu conteúdo. Eles não apenas determinam informações sobre sua origem e destino. Também monitora o status da conexão e compila as informações em uma tabela de status.

Dessa maneira, as decisões de filtro são baseadas não apenas nos critérios predefinidos pelo administrador, mas também no contexto estabelecido pelos pacotes de dados anteriores que passaram pelo firewall.

Os PF dinâmicos funcionam como uma camada de rede que rastreia cada conexão que atravessa todas as interfaces de um firewall para garantir que eles são válidos e seguros.

 Assim, essa ferramenta é usada como a primeira linha de defesa contra possíveis ataques externos. Por isso, tornou-se um método de segurança bastante comum e relativamente barato.

 Se você quiser saber mais sobre o gerenciamento de redes de dados para empresas, faça o download do nosso guia introdutório gratuitamente clicando abaixo.

    Inscreva-se no nosso blog

    Descubra as melhores ideias para a transformação digital do seu negócio.