blogs

Como treinar aos seus colaboradores em soluções IoT

25 de junho de 2020 por Jairo Guzmán banner

Chegou a hora de começar a implementação de soluções IoT em seu negócio, mas é primeira vez que sua equipe de trabalho tem contato com este tipo de tecnologia, então ou que pode se fazer?

A resposta parece óbvia: treinar aos seus colaboradores, mas esta não é uma tarefa simples quando todos estão trabalhando desde casa, especialmente porque o progresso na consecução de objetivos depende claramente de seu compromisso na aprendizagem e a adaptação ao novo entorno tecnológico. Mesmo assim, é um bom começo que seu primeiro passo seja a aquisição de uma plataforma e-learning que lhe permita treinar a suas equipes de trabalho desde qualquer lugar do mundo

O contexto tecnológico atual

internexa

Para ninguém é um segredo o fato de que dia após dia são realizados novos avanços tecnológicos para cada indústria, e apesar de não termos de nos adaptar a cada um deles, alguns, tais como as ferramentas IoT, que se tornam cruciais para a continuidade de nossa operação.

Mesmo assim, em quanto ao treino nestas ferramentas, é importante buscar a forma de os nossos colaboradores conhecerem a importância destas soluções, tais como B-IoT, e quais são seus benefícios, não só a nível corporativo senão também desde seus cargos e responsabilidades trabalhistas.

Todos estes benefícios devem tê-los definidos prévio o começo do treino, pois vão lhe servir de modelo pedagógico para explicar alguns termos, expor alguns exemplos realistas, e desafiar sua equipe colaborador para garantir a aprendizagem, assim, você pode passar para a seguinte etapa:

Métodos de treino em novas ferramentas IoT

internexa

1. Todos os formadores devem conhecer em profundidade a nova ferramenta

Idealmente o formador deveria ser alguém da empresa, que já possua conhecimentos avançados acerca das novas soluções a implementar. Isto é requerido pois tal pessoa seria capaz de relacionar cada módulo do treino com exemplos reais que apliquem ao contexto da organização.

Além disso, esta pessoa conseguiria se comunicar na mesma linguagem da equipe colaborador, e saberá fornecer respostas a suas dúvidas específicas desde o interior da operação.

2. Faz com que o treino seja uma prioridade

Aplicar tecnologias novas e ferramentas tais como o IoT pode gerar resistência, especialmente por o fator de automatização dos processos, pois muitos colaboradores podem percebê-lo como uma solução complexa demais ou que ainda não teria o nível de detalhe e precaução que eles logram desde o trabalho manual.

Por isso, faz com que o treino seja um requerimento desde o qual se explique constantemente como favorecerá as tarefas de cada colaborador, além de quão fácil pode ser cada processo após sua automatização e quanto detalhe se obtém desde a recolecção de data e seu armazenamento na nuvem.

3. Estabeleça prazos e objetivos claros

Divida seu curso de IoT em módulos interligados entre eles, comece pelos conceitos básicos e logo os mais avançados. O nosso conselho é que seu primeiro passo seja desenhar o final de seu curso e a partir deste alvo desenvolva o caminho, módulo após módulo.

4. Use incentivos de treino para motivar o uso do IoT

Este é um fator diferenciador e bastante importante, pois seus colabores necessitam começar a perceber e experimentar os benefícios das soluções IoT. Além disso, esta é a forma más efetiva de neutralizar a resistência à mudança, por exemplo:

  • Se as soluções IoT logram automatizar processos e fazê-los rápidos e eficientes por que não sair 2 horas antes numa sexta-feira após chegarem a certo nível no treino?
  • Dado que as soluções da Internet das coisas, tais como B-IoT, também possibilitam a monitorização remota, seus colabores poderiam fazer um dia de treino desde as suas casas. Assim, acelerarão seu ritmo de treino e disfrutarão das vantagens do trabalho desde qualquer lugar do mundo.
  • Tal vez, ao finalizarem o curso você pode obsequiar aos seus colaboradores um vale de compras de sua loja favorita, um almoço, ou ainda uma caixa de chocolates, seja qual for o presente, lembre-se que o importante é reconhecer seu esforço no processo.

5. Selecione o melhor formato para o treino em IoT

Nas plataformas e-learning pode fazer uso de diferentes tipos de conteúdo para o desenvolvimento de cada aula, módulo ou curso em geral, porém a nossa recomendação é para você usar a maior quantidade possível. Por exemplo:

  • Use jogos em lugar de testes, de facto, clicando aqui pode descarregar um jogo que vai lhe ajudar a avaliar conhecimentos prévios deles.
  • Vídeos e áudios em lugar de textos ajudam que o processo de retenção de conceitos seja mais efetivo.
  • Apoie-se nas videoconferências para levar a cabo algumas atividades grupais.
  • Use demos interativas para realizar simulações que se adaptem ao contexto do negócio.

Escolhendo a melhor plataforma e-learning

Choosing the best e-learning platform

internexa

Na InterNexa podemos lhe assessorar neste passo, guiando você  na eleição de uma plataforma e-learning apta para o treino da sua equipe de trabalho. Além disso, a nossa equipe está disposta a lhe acompanhar no processo de treino de seu empregados durante a apropriação do B-IoT, a solução que temos desenhado para garantir que sua equipe sempre conte com a maior visibilidade possível da operação de seu negócio sem importar o lugar onde se encontrarem.

Lembre-se que colaboradores informados e treinados significa decisões ótimas para o seu negócio.

internexa

Para iniciar o curso você pode realizar uma avaliação de conhecimentos com um simples jogo que pode descarregar clicando aqui, só diga lhes para imprimirem-no, mas assegure-se de não compartilhar a folha de respostas. Com este documento conseguirá saber quais são seus conhecimentos prévios acerca do incrível universo da Internet das coisas.

 

 

 

cf7form shortcode key error, unable to find form, did you update your form key?